Mais notícias:

MEC SHOW 2019 bate recordes de público e de negócios

Publicada em 09/08/2019 - 14:31


Em sua 12ª edição, a MEC SHOW – Feira da Metalmecânica + Inovação Industrial bateu recorde de público e de negócios: foram 13.646 visitantes e mais de R$ 50 milhões em negócios projetados durante os três dias do evento, que terminou nesta quinta-feira (08), no Parque de Exposições de Carapina. A próxima edição está confirmada entre os dias 04 e 06 de agosto de 2020.

A feira, reconhecida nacionalmente como uma das mais importantes do setor metalmecânico e de petróleo e gás, reforça sua posição no mercado ano a ano e se consagra como um espaço voltado para a apresentação de novidades tecnológicas, networking e a presença dos principais fornecedores e compradores do país. Foram mais de 200 marcas expositoras e 120 horas de intenso conteúdo.

Para o presidente do Sindifer, Lúcio Dalla Bernardina, o evento surpreendeu e ficou acima das expectativas da entidade com um aumento de público visitante qualificado e também da presença de autoridades nacionais e locais. “Percebemos na MEC SHOW que as perspectivas são positivas para o mercado de petróleo e gás e que as empresas estão buscando evoluir tecnologicamente para atender essa demanda”.

Já o coordenador do Fórum de Petróleo e Gás da Findes, Durval Vieira de Freitas, disse que a feira conseguiu, por mais um ano, mostrar a capacidade das fornecedoras do Espírito Santo e atrair um público comprador qualificado. “As oportunidades existem e as empresas precisam se capacitar para atender esse grandioso mercado”, reforçou.

RODADAS

Mais de 120 empresas fornecedoras dos setores metalmecânico, de construção civil e petróleo e gás do Estado participaram das Rodadas de Negócios realizadas pelo Sebrae ES durante os três dias do evento. No primeiro dia, com foco no setor da construção civil, foram realizadas 104 reuniões, com projeção futura de mais de R$ 6,5 milhões em negócios.

No segundo dia, com a participação de sete grandes compradoras divididas em 12 departamentos de compras, 47 pequenas empresas focaram em negócios no segmento metalmecânico. Foram 99 reuniões e projeção futura de mais de R$ 19 milhões.

Nesta quinta-feira, último dia do evento, a rodada englobou seis grandes compradoras do setor de petróleo e gás, divididas em 11 departamentos de compras, com a participação de 54 pequenos negócios fornecedores. Em 111 reuniões, a expectativa é de mais de R$ 13,3 milhões em negócios em um prazo de um ano.

NEGÓCIOS E 2020

Uma das atrações na MEC SHOW 2019 foi a demonstração da ii9000, um equipamento da multinacional americana Fluke, parceira da Viferro, que gera imagem ultrassônica. Lançado há duas semanas, grandes empresas como Vale, ArcelorMittal, Samarco, Tevisa, EDP, Petrobras e outras solicitaram demonstração.

“É um equipamento que consegue ver o som. Então pense nisso em um escapamento de ar, de óleo, etc. Apresentamos aqui na MEC SHOW e tivemos uma ótima recepção. A feira se tornou um espaço para a apresentação de novidades”, conta Caio Tappiz, representante da marca no Rio de Janeiro e no Espírito Santo.

Para o gerente comercial da Viferro, Bruno Denarde, por mais um ano, a MEC SHOW conseguiu servir de espaço para a apresentação dos parceiros, contato com os clientes e para a realização de networking.

Luis Soares Cordeiro, presidente da Estel, reforçou que a empresa participa desde o início da MEC SHOW e que a cada ano aumenta a qualificação do público visitante, reforçando sua importância para a realização de bons negócios. “Há oportunidades para fornecedores, contato com importantes compradores, e cada vez mais a feira mostra a capacidade das empresas capixabas”, disse.

A MEC SHOW 2019 é uma realização da Milanez & Milaneze, empresa do grupo VeronaFiere, correalização do Sebrae-ES e Sesi/Senai, promoção do Sindifer e Cdmec, patrocínio da ArcelorMittal, Vale, Estaleiro Jurong Aracruz, Suzano e Banco do Nordeste, além de apoio institucional da Abimei, Abimaq, Abeam, ABM, ABNT, Redepetro-ES, Onip, Governo do Estado através da Setur, Prefeitura Municipal de Vitória através do CDV, e parceria do FCP&G e ISA Seção ES.