Mais notícias:

Gigantes do petróleo e gás apresentam investimentos e oportunidades durante a MEC SHOW 2019

Publicada em 08/08/2019 - 11:23


Representantes dos principais players do setor de petróleo e gás no Brasil apresentaram para fornecedores capixabas as oportunidades e investimentos no Espírito Santo na tarde desta quarta-feira (07), em palestra durante a 12ª MEC SHOW – Feira da Metalmecânica + Inovação Industrial. O painel contou com a participação da Petrobras, Shell, Equinor, além da Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip) e da Secretaria de Estado de Desenvolvimento (Sedes), dentro da programação do Espírito Santo Oil&Gas.

Ricardo Morais, gerente geral da Petrobras no Estado, trouxe um panorama atual das atividades da empresa e dos investimentos previstos em 2019-2023, que totalizam US$ 68,8 bilhões em exploração, desenvolvimento de produção (dos quais 56% no pré-sal e 44% no pós) e infraestrutura.

“Estamos investindo na redistribuição do número de plataformas com o objetivo de integrar campos similares e reduzir a complexidade operacional. A unidade do Espírito Santo, por exemplo, passará a gerenciar os campos Albacora, Albacora Leste e Campo de Roncador, no mar do Rio de Janeiro. Tudo isso faz parte da adequação do nosso portfólio aos projetos de maior retorno”, disse.

Morais ainda elogiou as empresas capixabas e observou que as fornecedoras estão se preparando para a tendência de contratação global. “Trouxemos para a MEC SHOW quatro tecnologias novas para serem discutidas e aperfeiçoadas com o mercado. E o objetivo da Petrobras é, cada vez mais, colocar as propostas para que possamos desenvolver junto com as fornecedoras e, assim, aplicarmos em nossas operações”, pontuou.

O diretor de Relações Governamentais e Assuntos Regulatórios da Shell, Flávio Rodrigues, também participou do painel e apresentou alguns dados de projetos como o Parque das Conchas, que em 10 anos de operação offshoreno Estado, completados no último mês de julho, já produziu 160 milhões de barris de óleo equivalente. “As oportunidades no setor de petróleo e gás no Brasil são várias, tanto no pré como no pós-sal, e o Espírito Santo tem grande capacidade para se colocar cada vez mais em evidência nesse mercado”, ressaltou.

Segunda maior operadora na exploração e produção de petróleo e gás natural do Brasil e com ambição de se tornar uma empresa de energia nos próximos anos, a Equinor também apresentou oportunidades para os fornecedores capixabas durante a feira. A coordenadora de contratos e suprimentos Ariane Carvalho anunciou que a empresa vai investir mais de US$ 15 bilhões no Brasil até 2030.

“Temos 20 projetos no nosso portfólio atual e a ambição é entregá-los até 2030, mantendo o alto valor e baixo teor de carbono em toda a cadeia produtiva. Um dos nossos projetos é em parceria com a Petrobras no Campo de Roncador, com o objetivo de aumentar em até 10% a produção do campo”, pontuou Ariane, que ressaltou que a empresa está buscando parceiros e fornecedores para execução de projetos.

Representando o Governo do Estado através da Secretaria de Estado de Desenvolvimento (Sedes), Claudio Madureira ressaltou que um dos principais objetivos da gestão é o foco no desenvolvimento econômico, com a preocupação em tentar minimizar o impacto do jogo que chamou de “perde-perde” – onde empresas e o estado perdem com entraves como estrutura tributária complexa, que causa relação de desconfiança entre fisco e contribuinte.

P&G no Espírito Santo

Terceiro maior produtor e com a segunda maior reserva de petróleo do país, o Espírito Santo tem investimentos de R$ 58,8 bilhões previstos até 2022. De acordo com a Onip, de 2019 a 2026 a estimativa é que os recursos da cláusula de pesquisa de investimentos cheguem a R$ 30 bilhões.

Visita governador

O governador do Estado, Renato Casagrande, visitou no final da tarde desta quarta-feira (07) a MEC SHOW 2019 e viu de perto as inovações apresentadas por empresas capixabas para o segmento metalmecânico e de petróleo e gás. Ele ressaltou a importância das atividades para a economia capixaba e da feira para o desenvolvimento dos setores.

“Isso é fundamental para intercambio de inovação, tecnologia. A feira conta com muitas novidades e ainda é uma indutora dos negócios, sendo muito importante para o desenvolvimento do Espírito Santo”, reforçou.

Robôs e novidades

Um dos locais mais visitados da MEC SHOW é a Ilha da Inovação, voltado para o estímulo ao desenvolvimento de ideias que podem auxiliar nos processos industriais, com a apresentação de protótipos, simuladores e exemplos das novas tecnologias que estão transformando a realidade no Brasil e no mundo.

Pela feira há ainda uma série de robôs que atraem a atenção, como os Routher Tour, a célula robotizada da Elite Robótica e o cão-guia Lysa – criado pela empreendedora capixaba Neide Salim para ajudar a orientar deficientes visuais nas ruas.

A Motoman também apresenta os robôs da série GP e o colaborativo HC-10, que foi desenvolvido para trabalhar de modo seguro junto aos seres humanos e contém seis eixos, projetados para uma variedade de aplicações.

Também presente no evento, a Petrobras apresenta um robô programado para pintar grandes superfícies planas verticais, desenvolvido em parceria com o Instituto Senai de Inovação de Joinville. O sistema é pioneiro no mundo e tem potencial para pintar uma superfície de 300 m² em apenas uma hora.