Mec Show bate recorde de público e movimenta os negócios do setor

Publicada em 24/10/2018 - 16:10


As novidades do setor metalmecânico, a forte programação paralela de palestras técnicas, a exposição de tecnologia de ponta do segmento de petróleo e gás e as rodadas de negócios atraíram um público de mais de 13 mil visitantes durante os três dias da MEC SHOW 2018 – Feira da Metalmecânica + Inovação Industrial, que foi realizada entre os dias 07 e 09 de agosto, no Centro de Eventos de Carapina, no Espírito Santo.

A ampliação do público qualificado rendeu perspectivas positivas de negócios com os mais de 150 expositores. A estimativa é de que a feira movimente R$ 50 milhões em contratos futuros, ao longo de 12 meses, contando com as rodadas de negócios realizadas pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae ES), no primeiro dia do evento.

"A realização da MEC SHOW foi bem positiva do ponto de vista econômico e de público. Tivemos grande participação de nossas empresas associadas como expositoras, o que reforça que estamos no rumo certo, incentivando a inovação para assim manter a competitividade do setor metalmecânico e elétrico capixaba, atento às novas tecnologias e exigências do mercado nacional e internacional", avaliou o presidente do Sindifer, Lúcio Dalla Bernardina.

Palestras e homenagens

Um dos principais atrativos da MEC SHOW 2018 é a ampla programação paralela, com palestras técnicas, da Indústria 4.0, a Conferência de Petróleo e Gás, visitas às principais plantas industriais do Estado, além da Ilha da Inovação, do Showroom do Sebrae com participação das grandes produtoras de petróleo do país (Petrobras, Shell, Technip e Prysmian). Passaram pelo auditório da feira importantes executivos e empresários dos segmentos do país, além de autoridades estaduais e nacionais, somando mais de 90 horas de conteúdo técnico.

Duas homenagens institucionais foram feitas pelo envolvimento dos executivos ao desenvolvimento do setor metalmecânico do Espírito Santo: o presidente da ArcelorMIttal Brasil, Benjamin Baptista Filho, e o secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Félix.

Os fornecedores dos setores de siderurgia, mineração, celulose, P&G, naval e inovação, indicados por empresas do setor, também foram homenageadas pelos serviços prestados: RIP Serviços (siderurgia), Frioar (celulose), Imetame Metalmecânica (P&G), GBJ Metalmecânica (naval) e Aplysia e Fluid Controls (inovação).

Investimentos do setor

Os anúncios recentes da ArcelorMittal Tubarão e da Vale de mais de R$ 1,8 bilhão em projetos para a redução de emissão de poluentes no Espírito Santo deram o tom de celebração durante a abertura da MEC SHOW 2018, que contou com a presença do governador do Estado, Paulo Hartung, empresários, executivos e profissionais das principais empresas do segmento do país. “São projetos importantíssimos, que prezam pelo desenvolvimento sustentável e pela qualidade de vida do povo capixaba”, afirmou.

Já o presidente do Cdmec, Durval Vieira de Freitas, destacou o desenvolvimento da indústria de petróleo e gás do Espírito Santo, o crescimento da presença de novas operadoras e das oportunidades a serem criadas para as empresas locais em projetos do setor. Ressaltou ainda a parceria com as grandes indústrias e também a importância da educação e inovação no segmento.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado (Findes), Léo de Castro, lembrou dos bons exemplos de empresas capixabas no segmento metalmecânico. “Queremos uma indústria que inova, que cria novos produtos, aumenta a eficiência de seus processos, intensifica ações de segurança do trabalhador e faz do Espírito Santo uma referência em produtividade. Temos bons exemplos, como Imetame e Brametal, comprovando que é possível competir na cadeia produtiva de petróleo e gás. Por meio de Sesi e Senai, temos estimulado ações que auxiliam esse propósito”, disse.

O evento foi uma promoção do Sindifer e Cdmec, realização da Milanez & Milaneze, empresa do grupo Veronafiere, correalização do SEBRAE e Sesi/Senai e patrocínio da ArcelorMittal, Vale, Fibria e Estaleiro Jurong.

Expositores

“Nosso estande recebeu um grande movimento de pessoas interessadas e isso, mais do que fechar algum negócio, se torna positivo, pois nos possibilita um contato maior e direto com os clientes, além de nos dar uma grande visibilidade”, destaca André Fiorotti, dono da empresa Arafer.

Para o gerente comercial da Engesolda, Rony Santos, a realização da MEC SHOW em conjunto com a Expo Construções estimulou ainda mais os contatos, visto a sinergia entre os dois segmentos e as soluções oferecidas pela empresa. “Esse formato deu uma nova vida e trouxe também um público qualificado”, disse.

A mudança do estande para o centro da MEC SHOW foi um dos pontos fortes destacados pelo gerente de Engenharia da Lúcio’s Rolamentos, Alexandre Moura Matos. “Tivemos uma visibilidade muito boa e conseguimos criar um espaço confortável para receber nossos clientes”, comentou, ao confirmar presença pra 2019.

Para o representante comercial da Dikmaq, Marcelo Tavares, a prospecção foi bem positiva. “Conhecemos clientes, fechamos parcerias, apresentamos nosso trabalho e mostramos nossos lançamentos, isso nos trouxe um retorno proveitoso, agora é manter esses contatos e prosperar”.