Lançamento da MEC SHOW é marcado por oportunidades no setor petróleo e gás


Considerada uma das cinco mais importantes feiras do setor no Brasil, o lançamento da 10ª edição da MEC SHOW reuniu especialistas e representantes de empresas dos setores metalmecânico, petróleo e gás. O evento aconteceu na sexta, 17, no auditório do Sistema Findes, e contou com a participação de mais de 220 empresários do setor.

O presidente do Sindifer, Lucio Dalla Bernardina destacou que este será o melhor evento já realizado nos últimos dez anos. “O país passou por uma profunda recessão econômica e de acordo com o que acompanhamos no cenário nacional, o sentimento é de que este ano será de grande retomada nos negócios”, afirmou.

O industrial frisou que a maior participação de expositores e visitantes nacionais e internacionais ajuda na aproximação das empresas com os grandes complexos instalados no Espírito Santo.

De acordo com o presidente do CDMEC, Durval Vieira, o cenário econômico vive um momento de transição. “Necessitamos reverter essa curva e fazer o melhor para a valorização das empresas capixabas. Nesta nova fase, precisamos incrementar conhecimento e inovação para melhorarmos a nossa produtividade, tornando as empresas locais mais fortes para um futuro melhor não só no Espírito Santo, mas no Brasil”.

 

Parceria firmada

Durante o lançamento dos 10 anos da feira de negócios, o diretor da Milanez & Milaneze, Alberto Piz, empresa realizadora do evento, enfatizou que a MEC SHOW se tornou um meio de desenvolvimento setorial, apresentando novidades, lançamentos e ampliando a cada edição sua programação, com temas relevantes para a economia brasileira.  Para esta edição, uma das novidades é a parceria firmada com a Petrosul – II Conferência e Encontro de Negócios do setor petróleo do Sul e Sudeste do Brasil. Realizada em paralelo a MEC SHOW, irá contar com o encontro de 12 Redes Petros nacionais e com apresentação de palestrantes internacionais.


 

Mercado do petróleo

Durante palestra, o diretor técnico da ANP, Waldyr Barroso destacou que o Estado conta com expressiva oferta de áreas em Rodadas de Licitações. “Temos forte presença de empresas em contratos de concessão na realização de atividades de E&P. São 21 blocos exploratório, sendo 14 em ambiente offshore e 7 em ambiente onshore e 63 campos, 16 em ambiente offshore e 47 em ambiente onshore”, informou.


Waldyr Barroso confirmou ainda que em 2016, o Espírito Santo produziu 382.000 bbl/dia de petróleo e que cerca de 50% do petróleo produzido no Espírito Santo tem origem em reservatórios do pré-sal. “A indústria mundial vê o Brasil como potencial mercado. O pré-sal, por exemplo, não possui precedentes no mundo. No Espírito Santo, a porção marítima abrange parte importante do polígono do pré-sal e conta com importantes descobertas”, enfatizou.

A mesa redonda com o tema “Espírito Santo. Investimentos previstos: oportunidades e desafios” encerrou o evento. Participaram do debate o diretor da ANP, Waldyr Barroso, o secretário de Desenvolvimento do Estado do Espírito Santo, José Eduardo de Azevedo, o vice-presidente de Operações da ArceloMittal, Jorge Luiz Ribeiro de Oliveira, do diretor de Operações Logísticas da Vale, Fábio Brasileiro, e do diretor Industrial da Fibria, Paulo Silveira.

Na oportunidade, José Eduardo Azevedo destacou que a MEC SHOW é um evento tradicional do calendário capixaba, contribuindo para movimentar negócios e discutir temas relevantes para um dos setores mais importantes da economia. “Com programação consistente, a feira aproxima fornecedores do mercado e estimula a troca de experiências, incentivando negócios e gerando emprego e renda para o estado”, afirmou.

O evento contou com a presença do cônsul geral dos Estados Unidos no país, James Story. Essa participação visa estreitar as relações com as empresas americanas de óleo & gas, além de apresentar as oportunidades de negócios do setor no Espírito Santo.


Links para download:
  Apresentação CDMEC

  Apresentação ANP