MEC SHOW completa 10 anos acelerando negócios

Considerado o evento mais completo dos setores metalmecânico, mineração, siderurgia, automação, energia e petróleo e gás, a MEC SHOW, Feira da Metalmecânica + Inovação Industrial, completa 10 anos em julho, com bons motivos para comemorar. Desde sua implantação, a Feira supera as expectativas na abertura de novos mercados, avanços tecnológicos, participação de novos expositores e programação.

Em 1995, foi iniciado o trabalho de Potencialização do Fornecimento Local, para desenvolver competências e alavancar os negócios no Espírito Santo, com apoio da ArcelorMittal Tubarão, Fibria, Petrobras, Samarco Mineração e Vale, as empresas com os maiores investimentos no Estado, e consequentemente, proporcionaram mais oportunidades para os empreendedores locais.

Certo de que esses setores necessitavam de um ambiente onde reunissem todos os fornecedores, investidores e centros tecnológicos da cadeia produtiva, em 2008, foi realizada a 1ª edição da MEC SHOW, com promoção do SINDIFER-ES e CDMEC, realização da Milanez & Milaneze, atualmente empresa do Grupo Veronafiere e apoio da Findes e do Governo do Estado.

Ao longo dos anos, a MEC SHOW registrou um crescimento de 97% em visitantes e manteve um número expressivo de expositores, passando de 110 para 180 nas últimas edições. “Esses números só reforçam que a MEC SHOW é um estimulador para geração de negócios, que mesmo diante da atual conjuntura, compradores de diversas partes do Brasil seguem em busca de novidades e lançamentos, trazendo oportunidades de bons negócios para as empresas expositoras”, afirmou o coordenador da feira.


Com uma trajetória de sucesso, a MEC SHOW está investindo em inovação e aumentando o leque de expositores nacionais e internacionais. Outro diferencial é a ampla programação, onde profissionais dos setores envolvidos participam de encontro de negócios e discutem os principais temas na área de petróleo, gás, naval, siderurgia, mineração, energia, papel e celulose, dentre outros. Foram 130 palestras entre nacionais e internacionais, 116 cursos, 18 visitas técnicas e 09 rodadas de negócios.


 

Novos rumos da inovação

O número de empresas voltadas para inovação tem sido crescente e cada vez mais significativo no Espírito Santo e no país. Essa mudança do negócio tradicional para uma nova base tecnológica fez com que, em 2016, a MEC SHOW criasse a Ilha da Inovação, que será ampliada em 2017 e contará com um espaço inédito para exposição de protótipos e simuladores interativos, além de Start Ups do setor que contam com projetos ligados à pesquisa, investigação e desenvolvimento de produtos e soluções inovadoras.

O presidente do Centro Capixaba de Desenvolvimento Metalmecânico (Cdmec), Durval Vieira de Freitas, reforçou a importância da feira para toda a cadeia do setor, seja com os lançamentos de novos produtos e serviços como para ampliação do conhecimento e networking. “A MEC SHOW proporciona aos investidores, fornecedores, executivos, consultores, mestres e doutores, uma excelente oportunidade para adquirir conhecimentos, trocar experiências e realizar negócios, sendo um espaço onde todos ganham e a sociedade cresce com sustentabilidade, ” disse.

Além da Ilha da Inovação, a MEC SHOW 2017 contará também com a realização daES OIL&GÁS - 6ª Conferência de Petróleo, Gás e Indústria Naval do Espírito Santo; ISA SHOW ES - 16º Seminário e Exposição de Instrumentação, Sistemas, Elétrica e Automação, Rodadas de Negócios organizadas pelo SEBRAE-ES, entrega do Prêmio MEC INOVA, entre outros.

Para o presidente do Sindifer, Lucio Dalla Bernardina, a MEC SHOW a feira confere um foco específico aos negócios, permitindo melhor direcionamento de oferta e demandas por produtos e serviços, o que produz uma diferença positiva em relação ao mercado regular. “Estamos particularmente otimistas para a edição de 2017, que promete apresentar uma retomada do crescimento econômico, oferecendo números ainda melhores que os desse ano”, afirma.


Movimentando o mercado

De olho nas oportunidades do Espírito Santo, 2017 será um ano para a retomada do crescimento da economia local.

O Secretário de Estado de Desenvolvimento, José Eduardo Azevedo, ressalta que os investimentos da Petrobras previstos para o Estado no período de 2017 a 2021 superam a importância de R$ 31 bilhões, o que atrairá detentores de tecnologia de diferentes regiões do mundo para conhecer e discutir parcerias e possibilidades de negócios.

“No setor de petróleo e gás, a nossa perspectiva é de que haja uma retomada do segmento, com mais investimentos e com o crescimento de negócios para as empresas capixabas que estão se qualificando, desenvolvendo tecnologia e fornecendo produtos e serviços para o mercado interno e externo. Acreditamos que os novos leilões da ANP, a retomada de investimentos da Petrobras e de outras operadoras irão movimentar o segmento, atraindo novos negócios e contribuindo para a manutenção e geração de emprego e de renda no Estado”, pontuou José Eduardo Azevedo.